Saiba como ter uma vida sexual melhor aos 50 anos - Clínica Alfamen

Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.

Cadastre e receba dicas sobre saúde sexual

Saiba como ter uma vida sexual melhor aos 50 anos

Ao contrário do que muitos homens pensam, a vida sexual não é deixada de lado após os 50 anos. Algumas mudanças hormonais e corporais podem sim afetar a libido e a frequência da prática nessa faixa etária, mas nada precisa ser perdido em relação à qualidade dela.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas para que você entenda um pouco sobre como fica a vida sexual após os 50 anos e o que é preciso fazer para manter a frequência e, claro, o prazer. Confira abaixo!

A vida sexual após os 50 anos

O principal hormônio sexual masculino, a testosterona, é responsável pela “movimentação” na vida do homem. Na puberdade, os seus níveis sobem até que, aos 20 anos, o hormônio atinge o seu nível máximo. E, ao longo de três décadas, as taxas se mantêm estabilizadas lá no alto. Isso faz com que o homem desfrute de um período de intensa atividade sexual. Entretanto, a partir dos 50 anos, se inicia a queda na produção hormonal.

Dessa forma, o desejo sexual após essa idade pode mudar um pouco em homens, afetando o ritmo na atividade sexual, especialmente se comparamos à libido nessa faixa etária com a de um jovem.

Autoestima é fundamental

Saber trabalhar a autoestima é muito importante para não atrapalhar o desempenho sexual após os 50 anos. É preciso compreender que mudanças no corpo vão acontecer, assim como o seu ritmo durante a prática do sexo, e que essas situações são perfeitamente normais.

Neste momento, a ajuda da parceira é fundamental para te estimular e fazer com que você compreenda que não é preciso desanimar ao perceber as mudanças naturais da faixa etária, mas sim usufruir dos benefícios da experiência adquirida durante todo esse tempo.

Quanto mais experiência, melhor

A experiência adquirida com a idade, por sua vez, é um dos pontos positivos da vida sexual após os 50 anos. Enquanto algumas pessoas se preocupam com as mudanças biológicas naturais decorrentes do avanço da idade, outras preferem explorar o total conhecimento das suas vontades, do seu corpo e das suas zonas erógenas, para aproveitar ao máximo o momento do sexo.

Homens nessa faixa etária estão mais seguros e têm menos medo de se arriscar ao tentar buscar o prazer de uma forma diferente. Essa maturidade pode ajudar a transformar o sexo após os 50 anos em uma experiência muito melhor do que a vivenciada na juventude.

Inove já!

Inovar é preciso. Se você deseja melhorar a sua performance na cama é importante investir também em novidades. Se vocês e a sua parceira estão acostumados com o tradicional papai e mamãe, por que não apostar em algo inusitado? Algemas, lubrificantes e toda a sorte de acessórios podem incrementar o sexo e fazer com que a relação saia da mesmice. Vale tudo, desde que os dois se sintam à vontade.

Após os 50 anos, os maiores motivos de preocupação para homens são a diminuição do desejo sexual, perda da ereção, mudança de humor e fadiga. É muito importante que você busque alternativas para ter mais prazer. Se preciso, procure a ajuda de um médico para que ele indique o melhor tratamento.

Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários! Não deixe também de conferir nosso ebook Guia masculino: como melhorar agora seu desempenho sexual.



Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.