Que Medicamentos podem causar perda de libido no homem? - Clínica Alfamen

Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.

Cadastre e receba dicas sobre saúde sexual

Que Medicamentos podem causar perda de libido no homem?

Alguns remédios como os antidepressivos ou os anti-hipertensivos, por exemplo, podem diminuir o desejo sexual por afetarem a parte do sistema nervoso responsável pela libido ou diminuírem os níveis de testosterona no organismo.

Lista de remédios que podem diminuir a libido

Alguns remédios que podem diminuir a libido incluem:

Classe dos remédios Exemplos Porque diminuem a libido
Antidepressivos Lexapro, Fluoxetina, Sertralina e Paroxetina Aumentam os níveis de serotonina, um hormônio que aumenta o bem-estar, mas que diminui o desejo, a ejaculação e o orgasmo
Anti-hipertensivos como beta bloqueadores Propranolol, Atenolol, Carvedilol, Metoprolol e Nebivolol Afetam o sistema nervoso e a área do cérebro responsável pela libido
Diuréticos Furosemida, Hidroclorotiazida, Indapamida e Espironolactona Reduzem o fluxo de sangue para o pênis
Pílulas anticoncepcionais Selene, Yaz, Ciclo 21, Diane 35, Gynera e Yasmin Diminuem os níveis de hormônios sexuais, incluindo a testosterona, diminuindo a libido
Medicamentos para a próstata e queda de cabelo Finasterida Diminuem os níveis de testosterona, diminuindo a libido
Anti-histamínicos Difenidramina e Difenidrin Afetam a parte do sistema nervoso responsável pela excitação sexual e orgasmo, podendo também causar secura vaginal
Opióides Vicodin, Oxycontin, Dimorf e Metadon Diminuem a testosterona, podendo diminuir a libido

Além dos medicamentos, a diminuição da libido pode ocorrer devido a outras causas como hipotireoidismo, redução dos níveis de testosterona no sangue como ocorre na andropausa, depressão, estresse e baixa autoestima.

Por esta razão, é importante consultar o seu médico e falar abertamente sobre a falta ou diminuição de libido, para descobrir a causa do problema.

Apesar da bula de muitos medicamentos apontarem a perda de libido como um efeito colateral possível, muitas vezes o médico pode descobrir outras causas para o problema. Converse com o seu médico para ter um diagnóstico preciso e uma recomendação da conduta mais adequada. E não suspenda o uso de nenhum medicamento sem o conhecimento do seu médico, pois isso pode piorar o controle de algumas doenças potencialmente graves.



Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.