Diabetes pode causar impotência sexual? - Clínica Alfamen

Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.

Cadastre e receba dicas sobre saúde sexual

Diabetes pode causar impotência sexual?

Um problema de saúde muito comum, a disfunção erétil pode acontecer em homens de todas as idades, com frequência maior em homens com mais de 40 anos. Entre 40 e 70 anos, 52% dos homens têm algum grau de impotência sexual (leve, moderada ou grave). Em torno de 90% dos casos de disfunção erétil são causados por fatores orgânicos, ou seja, doenças. Entre elas, diabetes. De acordo com estimativas de profissionais de saúde, 30% a 50% dos diabéticos que não têm a doença controlada podem sofrer com a impotência sexual.

O que é diabetes?

O diabetes mellitus é uma enfermidade que tem como característica a diminuição na produção de insulina pelo pâncreas, o que causa acúmulo de glicose no sangue. O aumento dessa substância traz problemas nas funções cardiovasculares, o que dificulta a circulação sanguínea do diabético.

Qual a relação entre diabetes e impotência sexual?

Para ter e manter uma ereção, é preciso que os vasos sanguíneos e os nervos da região genital estejam saudáveis. O diabetes, quando não é controlado, prejudica exatamente o funcionamento desses vasos e nervos de sensibilidade, podendo causar desde o entupimento dos vasos (aterosclerose) até provocar a insensibilidade dos nervos que estimulam a ereção. Por esse conjunto de fatores, é possível que homens diabéticos que não tenham a doença controlada sofram, em algum momento, com a disfunção erétil.

Fatores psicológicos

Em algumas situações, a disfunção erétil causada pelo diabetes tem como causa fatores psicológicos característicos de portadores de doenças crônicas como, por exemplo, necessidade de cuidados circulatórios, restrições alimentares e estresse. Associados, esses fatores podem levar à perda de qualidade de vida e, consequentemente, afetam a vida sexual do diabético. Nesses casos, é essencial que o paciente conte com apoio psicológico para aprender a lidar com o estresse e voltar a ter uma vida sexual saudável.

Alterações hormonais e remédios

É possível ainda, que alterações hormonais e remédios usados pelos diabéticos afetem sua ereção. Para resolver a questão, é essencial apostar em medidas como controle dos valores da glicose e da pressão arterial. Dieta equilibrada e prática de exercícios físicos também são essenciais para não deixar a doença afetar a vida sexual.

Tratamento

Pacientes diabéticos que estejam sofrendo com a impotência sexual devem, antes de tudo, controlar os níveis de açúcar no sangue. Para isso, é importante buscar atendimento médico para ter acesso aos medicamentos corretos. Em alguns casos, pode ser necessário usar remédios para auxiliar os vasos sanguíneos da região peniana a ter um melhor funcionamento.

Usar os remédios certos, controlar a medicação, ter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos e, principalmente, não deixar de ter acompanhamento médico são os principais pontos para um tratamento eficaz para o diabetes e, consequentemente, para evitar ter problemas de ereção por causa da doença.

Ter problemas de ereção de vez em quando é comum, no entanto, se isso se tornar uma constante e passar a atrapalhar sua vida sexual, não deixe de procurar ajuda e buscar um tratamento médico. Apenas um especialista pode fazer o diagnóstico e correto e indicar o melhor tratamento para você.

Para saber mais, baixe nosso ebook gratuito Tudo o que você precisa saber sobre impotência sexual.



Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.