7 motivos que podem levar à falta de libido - Clínica Alfamen

Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.

Cadastre e receba dicas sobre saúde sexual

7 motivos que podem levar à falta de libido

A perda do desejo sexual pode ser causada por inúmeros motivos: de preocupações no trabalho a desequilíbrio hormonal, passando por estresse e até mesmo uso de determinados medicamentos.

Por isso, o primeiro passo para lidar com a falta de libido é tentar entender o que pode ter causado a perda do desejo. As respostas, claro, variam de pessoa para a pessoa: desinteresse pelo parceiro, preocupações financeiras, insatisfação com o corpo e problemas no trabalho… Ou, até mesmo, nenhum motivo claro. Confira algumas causas/problemas que podem levar à falta de libido:

Estresse

Problemas no trabalho, falta de dinheiro, preocupações com os filhos. Em alguns casos, o estresse mina o desejo sexual, seja por conta do cansaço e da pouca disposição para o sexo ou, até mesmo, porque o estresse crônico leva à redução dos níveis de testosterona, hormônio  masculino.

Depressão

Quando a pessoa sofre desse mal, costuma se isolar e ter dificuldades para realizar as tarefas cotidianas. Mesmo atividades que antes davam prazer perdem o sentido, inclusive, o sexo. Além disso, é comum que o paciente deprimido perca a fome e, também, seu apetite sexual.

Baixo nível de testosterona

Os níveis de testosterona caem em torno de 1% ao ano a partir dos 30 anos. Após os 40, a redução é ainda mais significativa Entre os efeitos colaterais dessa queda estão indisposição, gordura abdominal, perda de massa muscular e, também, a perda de libido.

Medicamentos

A falta de libido pode surgir também por causa do uso de determinados remédios. Medicamentos usados para depressão, úlceras e hipertensão arterial, por exemplo, podem afetar receptores de serotonina. Como esse é o neurotransmissor que regula, entre outros, humor, sono e apetite, pode interferir também no desejo sexual.

Drogas, álcool e tabagismo

Quando consumidos em doses elevadas, drogas e bebidas alcóolicas podem ter influência direta na liberação de hormônios, como testosterona e serotonina, o que faz com que a libido vá para o espaço. Além disso, essas substâncias também podem prejudicar a ereção e a ejaculação, já que alteram o fluxo sanguíneo. Já o cigarro é um grande inimigo porque causa disfunção erétil, que pode se tornar crônica.

Ansiedade

Homens que sofrem com sintomas de ansiedade, com problemas com síndrome do pânico ou transtorno obsessivo-compulsivo, também podem ser vítimas da falta de libido. A disfunção sexual surge, nesse caso, por conta do estado psicológico do paciente, que é tratado com terapia e até mesmo medicamentos.

Obesidade

A obesidade pode afetar a libido tanto na forma física quanto na psicológica. O primeiro caso acontece porque, em caso de alteração da tireoide, por exemplo, o nível de testosterona pode cair. Na segunda situação, a vergonha do próprio corpo impacta diretamente a autoestima e pode levar à perda do desejo e ao desinteresse pelo parceiro.

Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários! Não deixe também de conferir nosso ebook Guia masculino: como melhorar agora seu desempenho sexual.



Por favor, selecione a unidade mais próxima de você.